3.840 “retornados” em 24 horas, 1975.

Nas últimas 24 horas (8 de outubro), chegaram a Portugal 3.840 pessoas fugidas de Angola. Amanhã, dia 9 de outubro, deverão chegar mais 18 voos ao território português. Para os que já se encontram no país, o Instituto de Apoio ao Retorno de Nacionais (IARN) informa que existe um ligeiro atraso com a atribuição dos subsídios de desemprego devido ao grande volume de pedidos. Diário de Coimbra, 9 de outubro de 1975, pág. 3, Coimbra.

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)