Angola. Situação sanitária cada vez mais grave, 1975.

Fome e falta de pessoal estão na base da degradação da situação sanitária em Angola, segundo Balkazar – representante das Nações Unidas. A fim de minimizar esta situação preocupante, as Nações Unidas e a Cruz Vermelha enviam médicos, enfermeiros e medicamentos. Portugal participa nesta operação com o transporte de víveres para Carmona, no Norte do país. Diário de Coimbra, 6 de setembro de 1975, 1ª pág. (continua na página 4), Coimbra.

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)