Cabo Verde respira Portugal, 1974.

Declarações do Ministro da Coordenação Interterritorial, Dr. Almeida Santos, em visita oficial a Cabo Verde. Manifestantes gritavam palavras de ordem como “independência”, “unidade Guiné-Cabo Verde”, “viva Amilcar Cabral – herói do povo” e mostraram-se contra a intenção do Ministro de realizar um referendo para decidir o futuro estatuto político de Cabo Verde. Diário de Coimbra, 16 de setembro de 1974, 1ª pág., Coimbra.

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)