Direcção do IARN ameaça demitir-se, 1975.

O major Amaral, director do Instituto de Apoio aos Retornados Nacionais (IARN), bem como o capitão Diniz, que ocupa o segundo lugar na hierarquia, ameaçam demitir-se no caso de Vasco Graça Moura decidir avançar com o seu plano de dissolver aquele organismo estatal. Jornal da Madeira, 15 de novembro de 1975, 1ª página, Funchal.

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)