Na Guiné, grupos de “terroristas” invadiram a fronteira portuguesa, 1963. (1ª pág.)

Comunicado das Forças Armadas dando conta da infiltração de grupos de “terroristas” estrangeiros em território português (Guiné-Bissau) desde dezembro de 1962, após a realização da Assembleia Geral das Nações Unidas. Notícia publicada no jornal O Primeiro de Janeiro, Nº 24, 25 de janeiro de 1963, 1ª pág. (continua na pág. 7), Porto.

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)

J.2044G.

Ver neste arquivo, o documento: "Ataque armado à Guiné Portuguesa, 1963. (pág. 7)"