Pedido de hospedagem ou emigração, 1976.

Carta enviada a 12 de fevereiro de 1976 (carimbada pela Comissão de Análise a 19 de fevereiro de 1976 com o nº de entrada 1290) a partir de Cristóvãos (distrito de Santarém). Em Angola, o autor da carta vivia em Lucola (perto de Cabinda) e por desconhecimento da existência de ajudas pagou do seu próprio bolso as passagens da sua família para Portugal, bem como para a terra onde estes se encontram a viver desde 19 de agosto de 1975, junto de familiares. Estes seus familiares exigem que ele lhes pague 300$00 por dia (65 dias) desde que a sua mulher lá ficou hospedada; e desde que ele próprio veio para Portugal, a 23 de outubro de 1975, querem que lhes seja paga a quantia de 400$00 por dia (111 dias). Tendo como sustento apenas o subsídio de desemprego, o autor da carta pede para que o IARN os aloje numa pensão em Caxarias e manifesta a sua vontade de emigrar para o Canadá, pois sente-se indesejado em casa dos familiares onde vive e a sua situação económica é insuportável. Proveniência: IARN – Presidência do Conselho de Ministros, Instituto de Apoio ao Retorno de Nacionais.

Arquivo Histórico Ultramarino (AHU-IARN)

PASTA 276 - Desalojados A-F

Ver neste arquivo, o documento "Subsídio de alimentação, 1976."