Retornados de Angola enchem os hotéis de Lisboa, 1975.

Notícia exemplificativa da realidade vivida em Portugal no pós 25 de Abril, quando o país recebeu milhares pessoas provenientes das ex-colónias em 1975. Todos os hotéis de Lisboa e alguns do Estoril e da Costa da Caparica ficaram lotados devido à necessidade de alojar tanta gente num tão curto período de tempo. O IARN subsidiou os alojamentos, por vezes em hotéis de luxo da capital como o Ritz, o Sheraton ou o Embaixador, prevendo, ainda, o pagamento de um subsídio de mil e quinhentos escudos para cada casal, e de quinhentos escudos por cada filho, até que a família recebesse o subsídio de desemprego. Um funcionário do IARN afirmou: “Nem quero saber o que isto está a custar… Mas o que é certo é que temos de o fazer. É a nossa obrigação.” Em Castelo Branco e Vila Velha de Ródão, foram criados sectores de apoio aos retornados, informa-se. Diário de Notícias, 15 de setembro de 1975, Lisboa, pág. 7 (continuação da 1ª pág.).

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)