Retornados esquecidos no aeroporto de Lisboa, 1976. (pág. 4)

Reportagem sobre a situação em que se encontram cerca de 300 ‘retornados’ a viver no pavilão 7/47 do aeroporto de Lisboa, há mais de um mês. Na pág. 4, relata-se a situação em que se encontram algumas destas pessoas. Muitas não conhecem Lisboa nem sequer Portugal, não têm cá familia, e fugiram da guerra civil que deflagrou em Angola. O IARN chegou a fornecer-lhes alimentação, mas deixou de o fazer e muitas têm de pedir esmola para sobreviver. Há pessoas doentes que têm guias para tratamento, mas não têm dinheiro para o fazer. São relatos emocionantes de pessoas em sofrimento, esgotadas física e psicologicamente. Notícia publicada no jornal O Retornado, Nº 10, 12 de janeiro de 1976, Lisboa, página 4 (continuação da 1ª pág.; ver também página 5).

Biblioteca Nacional de Portugal (BNP)

j.3548v

Ver neste arquivo, os documentos: "Retornados esquecidos no aeroporto de Lisboa, 1976. (1ª pág.)" e "Retornados esquecidos no aeroporto de Lisboa, 1976. (pág. 5)"