Autoria: João Pedro George, Investigador de pós-doutoramento no Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI), FCSH/UNL. Colectânea de obras autobiográficas, ensaísticas ou de ficção, produzidas por “retornados” gentilmente cedida ao projecto “Narrativas de Perda, Guerra e Trauma: Memória Cultural e o Fim do Império Português” (IF/01530/2014).

 

RETORNADIANA

fontes para o estudo do memorialismo dos retornados

A selecção das obras que constam desta “retornadiana” (termo escolhido para designar o conjunto de obras escritas por retornados) assentou num critério simples: são considerados de retornados todos os livros, independentemente do género (ficção, poesia, ensaio, diário, memórias, reportagem, etc.), que tiverem sido escritos por portugueses que nasceram nas colónias, ou para ali foram viver, e que após a Revolução do 25 de Abril decidiram (ou foram forçados) abandonar o seu local de residência na África de expressão portuguesa.

As memórias dos missionários e outros religiosos, bem como dos soldados chamados às colónias em comissão de serviço e que regressaram antes do 25 de Abril foram excluídos. Porém, aqueles que, findas tais comissões de serviço, decidiram permanecer e se estabeleceram nas colónias, tendo regressado após o 25 de Abril, na leva dos retornados, foram incluídos.

 

1974-1985

  1. António Pires, A Última Viagem. O êxodo dos brancos de Angola (romance), Lisboa, Livraria Popular de Francisco Franco, 1975.
  2. António Neves Anacleto, A Longa Luta. Preso algemado e deportado, Lisboa, Edição do Autor, 1975.
  3. Prudêncio Lusitano, Portugal e o Presente, Rio de Janeiro, APEC, 1975.
  4. Ricardo Saavedra, Aqui – Moçambique Livre, Joanesburgo, Edição Livraria Moderna, 1975.
  5. António Pires, Retornados, Desalojados, Espoliados – a tragédia nacional dos retornados, portugueses expulsos de Angola (romance), Lisboa, Livraria Francisco Franco, 1976.
  6. AA. VV. Acusamos a descolonização, Braga, Edição Jornal O Retornado/Ed. Literal Selecta, 1976.
  7. Sá Pereira, Cravos para Cristina, Aveiro, Edição Literal, 1976.
  8. Fernando Barradas e Ercílio Azevedo, Os Cravos na Ferradura. Crónicas publicadas em O Comércio do Porto, Intervenção, Lisboa, Intervenção, 1976.
  9. Valdemiro de Sousa, Angola. A Guerra e o Crime, Lisboa, Editorial Formação, 1976.
  10. José Domingues Fernandes, Revolta de nós os mortos, Torres Vedras, Edição do Autor, 1976.
  11. Venceslau Pompílio da Cruz, Angola. Os Vivos e os Mortos, Lisboa, Editorial Intervenção, 1976.
  12. AA.VV., O Drama do Refugiado. Retornados? Vendidos?, Aveiro, [S.n], 1976.
  13. Vítor de Oliveira Faria (dir.), O Riso do Retornado n.ºs 1-5, Amadora, 1976 (revista de cartoons, quinzenal (n.º 1 de 10/07/1976; n.º 5 de 15/09/1976).
  14. Manuel de Resende, Vida de Refugiados, Lisboa, Literal, 1977.
  15. Vasco Reis Ventura, Portugal Procura-se, [Queluz], Literal, [D.L. 1977].
  16. Paula Maria (Costa Pereira), Angola. Juventude em fuga (prefácio de Vera Lagoa), Braga, Braga Editora, 1977.
  17. Clotilde Mesquitela, Moçambique: 7 de Setembro, Lisboa, A Rua, 1977.
  18. Arthur Ligne (pseudónimo de Artur Manuel de Jesus Linha), Angola em chamas, Queluz, Literal, 1977.
  19. António M. Cravo Cascais, Timor. Quem é o culpado?, Braga, Braga Editora, 1977.
  20. AA.VV., Angola em chamas…, Queluz, Edição Literal – Sociedade Editora, Limitada, 1977.
  21. Inácio de Passos, Moçambique, a escalada do terror, Queluz, Literal, 1977.
  22. Bernardino G. Oliveira (coord.), Aqui (Portugal) Moçambique, [S.L.] (B.G. Oliveira de Riba d’Ave: Empresa Distribuidora de Livros e Discos «Vale do Ave»), Edição do Autor, 1978.
  23. João dos Reis, Malandros. A evacuação aérea dos Portugueses de Angola, Queluz, Literal – Sociedade Editora, 1978.
  24. Garcia de Araújo, Reaccionário Anónimo. A expulsão dos portugueses com carimbo no passaporte, Lisboa, Edição do Autor, 1979.
  25. L. Fonseca Macedo, Um Erro de Deus…: Recordações de Moçambique [S.L.: S.N.] (Torres Vedras: Tip. A União), Edição do Autor, 1981.
  26. Edmundo A. Pires, Guia Comercial do Retornado, Amadora [S.N.], 1979.
  27. Guilherme de Melo, A Sombra dos Dias, Lisboa, Círculo de Leitores, 1981 (2.ª edição: 1985).
  28. Berta Henriques Brás, Cravos Roxos: Croniquetas Verde-Rubras [S.L.: S.N.] (Lisboa: Santelmo), 1981.
  29. Guilherme de Melo, Ainda havia sol, Lisboa, Editorial Notícias, 1984.
  30. António de Matos Pacheco, Podia a Morte ser Assim?: Caderno de Apontamentos de um Retornado, S.L.: S.N., D.L. 1984.
  31. Joaquim Viegas, Em Busca da Paz, Lisboa, Edição do Autor, 1984.
  32. José Marques Leandro, «Retorno de Desalojados e Retorno de Emigrantes», em AA.VV., Emigração e Retorno na Região Centro, Coimbra, Ministério da Administração Interna/Comissão de Coordenação da Região Centro (CCRC), 1984, pp. 353-378.
  33. Rui Pena Pires, Os retornados: um estudo sociográfico, Lisboa, Instituto de Estudos para o Desenvolvimento, 1984(2.ª ed. 1987).
  34. Luís de Almeida Campos, Rapsódia Africana, Lisboa, Dijornal, 1985.
  35. Luís de Almeida Campos, Caçada Fantástica, Lisboa, Editorial Império, 1986.
  36. Guilherme de Melo, Moçambique Dez Anos Depois, Lisboa, Editorial Notícias, 1985.

 

1986-1995

  1. João Salva-Rey, Ku Femba, Lisboa, Vento Sul, 1986 (1.ª edição: Moçambique, 1974).
  2. Reis Ventura, Os Dias da Vergonha. De 25 de Abril de 1974 a 11 de Novembro de 1975, Lisboa, Edições Fernando Pereira, 1986.
  3. António Teixeira e Costa, Versos de um retornado, Lisboa, Edição do Autor, 1987.
  4. Ricardo Saavedra, Azimute de Marcha – Acácias rubras e poemas de exílio, Lisboa, Edição do Autor, 1988.
  5. Leonel Cosme, A terra da promissão – A Revolta II, Porto, Afrontamento, 1988.
  6. AA.VV., 1º Congresso Nacional dos Espoliados do Ultramar. Discursos, intervenções, conclusões, Lisboa, Associação dos Espoliados de Moçambique/Associação dos Espoliados de Angola, 1988.
  7. Pedro da Fonseca, A Segunda Noite. 1975 – Diário, Odivelas, Edição do Autor, 1989.
  8. Carlos Ribeiro, Memórias de África. Humor, Drama e História, Lisboa, Edição do Autor, 1990.
  9. Armando Moreno, Diáspora, Lisboa, Universitária Editora, 1990.
  10. AA.VV., 2º Congresso Nacional dos Espoliados do Ultramar. Discursos, intervenções, conclusões, Lisboa, Associação dos Espoliados de Moçambique/Associação dos Espoliados de Angola, 1990.
  11. Luís Piçarra, Memórias. Instantâneos da minha vida, Lisboa, Edição do Autor, 1991.
  12. Vitória Ivo, Memórias de África, Coimbra, Edilibir, 1991.
  13. José Valentim de Matos Prata, Ultramar…: Pequenas histórias por contar… (1957-1975) [S.L.], Edição do Autor, 1991.
  14. Simões de Almeida, Instantâneos da Vida de Um Retornado, Oliveira de Frades, Edição do Autor, 1992.
  15. João dos Reis, A Casa da Tinta, Vila Real de Santo António, Edição do Autor, 1992.
  16. Guilherme de Melo, Como um rio sem pontes, Lisboa, Círculo de Leitores, 1992.
  17. Adulcino Silva, Cabinda: a verdade oculta, Oeiras, Edição do Autor, 1994.
  18. Ricardo Saavedra, Os Dias do Fim, Lisboa, Editorial Notícias, 1995.

 

1996-2005

  1. Adelino Ribeiro de Abreu, Lembranças de Moçambique, Guimarães, Edição do Autor, 1996-1997 (dois volumes).
  2. Rui Knofli, O Monhé das Cobras, Lisboa, Caminho, 1997.
  3. Elsa Cochat Sequeira, Kúria Ia Kuku. Comida da Avozinha (com sabor a Angola), s/l, Edição de Autor, 1997.
  4. Albertino Almeida, Na Linha dos Confins, Lisboa, Caminho, 1998.
  5. Ildeberto Teixeira, E aos costumes disse nada… (Um testemunho sobre alguns aspectos da realidade em Angola), Lisboa, Edição do Autor, 1998.
  6. Maria Alves Nogueira Leal Gomes, Andanças a preto e branco (Memórias da minha vida e andanças por Angola), S.l, Tribuna Pacense, 1998.
  7. Arnaldo Simões, A Colonização Construiu e a Descolonização?… África Portuguesa, Torres Vedras, [S.N.], 1998.
  8. Filomena Carreira, África & DescolonizaçãoAngola entre o amor o ódio, São Paulo, Editora Habra, 1998.
  9. Daniel Cardoso Teixeira Pinto, Contos de verdade, [S.L.: S.N.], Edição do Autor, 1999.
  10. Ângelo C. O. Soares, Passagem de Testemunho: para que os jovens herdeiros continuem a luta dos espoliados de Moçambique, Lisboa, [S.N.], 1999.
  11. Guilherme de Melo, O homem que odiava a chuva e outras histórias perversas, Lisboa, Editorial Notícias, 1999.
  12. Eugénio Lisboa, «Glória de Sant’Anna – O Silêncio das Obras», em O Objecto Celebrado (Miscelânea de Ensaios, Estudos e Crítica), Coimbra, Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, 1999.
  13. Adulcino Silva, Relatório Secreto Esquecido. Timor & Descolonização, Lisboa, Edição O Dia, 1999.
  14. Albertina Jerónimo Alves, Adeus Angola, Montijo, H. F. Eles, 2000.
  15. Rui Pena Pires, «O regresso das colónias», em Francisco Bethencourt; Kirti Chaudhuri (org.), História da Expansão Portuguesa (vol. 5: Último império e recentramento, 1930-1998), Lisboa, Temas e Debates, 2000, pp. 182-196.
  16. Miguel Faria Peixoto, Os Sinos de São Bento, Lisboa, Edição do Autor, 2001.
  17. Guilherme de Melo, A Porta ao Lado, Lisboa, Editorial Notícias, 2001.
  18. António Mattoso, Memórias de Memória. Lembranças e curiosidades de Angola e de Timor, Uma Tragédia Chamada Descolonização e Outras Memórias que a Memória Guardou, Pousadouros, Edição do Autor, 2001-2003.
  19. Leonido Frade, Moçambique: Voos imprevistos, Braga, APPACDM, 2002.
  20. Aida Viegas, Abandonar Angola. Um olhar à distância, Aveiro, AVI, 2002.
  21. Isabella Oliveira, M.& U. Companhia Limitada, Porto, Edições Afrontamento, 2002.
  22. Onofre dos Santos, Os (Meus) Dias da Independência, Lisboa, Editorial Notícias, 2002.
  23. Jaime da Cruz Soares, Angola: Rabiscos de um retornado… do caminho-de-ferro de Benguela: Rabiscos Luso-Angolanos, Castelo de Vide, Póvoa e Meadas, 2002.
  24. Teresa Diaz de Seabra, A Pulseira. África: um sonho perdido, Lisboa, Vega, 2002.
  25. Associação dos Espoliados de Angola, O Processo Judicial dos Espoliados de Angola, Lisboa, Hugin, 2002.
  26. Elsa Cochat Sequeira, Luanda Antiga. Histórias do tempo do Caprandanda, Lisboa, Edição da Autora, 2002.
  27. Rui Pena Pires, Migrações e integração. Teoria e aplicação à sociedade portuguesa, Oeiras, Celta, 2003.
  28. Nogueira e Carvalho, Era tempo de morrer em África: Angola: Guerra e Descolonização (1961-1975), Lisboa, Prefácio, 2004.
  29. Luís Vieira da Silva, Angola. Terra d’Uanga, Viseu, Palimage Editores, 2004.
  30. Orlando M. Pinto, O Lobolo do Magaíça: Moçambique – Um Regresso ao Passado… [S.L.: S.N.], D.L. 2004.
  31. Artur de Figueiredo Nunes, Histórias de África e outras histórias, Lisboa, Edição do Autor, 2004.
  32. Inácio Rebelo de Andrade, Na Babugem do Êxodo: Sombras e claridades de uma época colonial, Lisboa, Vega, 2005.
  33. Adulcino Silva, Porcalhices da Política, Porto, Papiro, 2005.
  34. Henrique Terreiro Galha, Moçambique: Memórias de uma vivência abortada, Lisboa, Prefácio, 2005.
  35. Eduardo Ricou, As recordações e a saudade de um médico em África, Cascais, Câmara Municipal de Cascais, 2002.

 

2006-2017

  1. Maria Félix, Eu Vivi África, Lousã, Edição da Autora, 2006.
  2. Wanda, Angola no adeus e no regresso, Braga, Bezerra, 2006.
  3. Salvador Figueiredo, Angola, o último café, [S.L., S.N.]: 2006.
  4. Armando dos Santos Martins Cabora Bassa – A Última Epopeia, Coimbra, Edição do Autor, 2006.
  5. Abílio Pereira Carvalho, Memórias Minhas: Portugal-Moçambique [S.L.]: A. P. Carvalho, 2006.
  6. Margarida Paredes, O Tibete de África, Porto, Ambar, 2006.
  7. Cristina Malhão-Pereira, Venturas e Aventuras em África: Guiné 1969-1970: Moçambique 1971-1975: Regresso a África 30 anos depois, Porto, Civilização, 2007.
  8. Berto Estrela, Perigo e Fascínio em África (1962-1964), Lisboa, Prefácio, 2007.
  9. Alda Baptista, O Chão da Renúncia, Coimbra, MinervaCoimbra, 2008.
  10. Adulcino Silva, A Verdade como Arma – A palavra como defesa – Depoimentos para a História, Lisboa, Edição de Autor, 2008.
  11. Joaquim de Lisboa (pseudónimo de Joaquim da Silva Caetano Serra), Na Rota de Diogo Cão, 1975. De Angola a Portugal em Traineira, [S.L.]: Edição do Autor, 2008.
  12. Salvador Figueiredo, Os Sobreviventes da África Perdida, Lisboa, Edição do Autor, 2008.
  13. José Maria Teixeira da Cruz, Memórias de um ex-administrador de concelho de Moçambique, Lisboa, J. M. T. da Cruz, 2008.
  14. Rogéria Gillemans, Longe é a Lua. Memórias de Luanda – Angola, Lisboa, Prefácio, 2008.
  15. Júlio Magalhães, Os Retornados, Lisboa, A Esfera dos Livros, 2008.
  16. Isabela Figueiredo, Caderno de Memórias Coloniais, Coimbra, Angelus Novus, 2009.
  17. António Mateus, Lobito. Longe da Restinga, a Oeste da Sanzala, Lisboa, Guerra & Paz, 2009.
  18. Orlando M. Pinto, África do Sonho ao Feitiço: Portugal-Moçambique [S.L., S.N.], 2009.
  19. Joaquim Gonçalves Dias, O Retornado. Até o nome me roubaram: história verídica de uma vida, [S.L., S.N.], 2010.
  20. António Mateus, Lubango, Paris, Maninga, Lisboa, Guerra e Paz, 2010.
  21. Henrique Terreiro Galha, Descolonização em Moçambique: Factos e argumentos, Lisboa, A Esfera do Caos, 2010.
  22. Abel Coelho, Os Elefantes não Esquecem, Venda do Pinheiro, Tuttirév Editorial, 2010.
  23. Aida Gomes, Os Pretos de Pousaflores, Alfragide, Dom Quixote, 2011.
  24. Dulce Maria Cardoso, O Retorno, Lisboa, Tinta-da-China, 2011.
  25. António Coimbra, Angola. Horizonte Perdido, Porto, Papiro Editora, 2011.
  26. Dulce Ramires, Memórias de África, Lisboa, Chiado Editora, 2012.
  27. Elisa Pereira de Oliveira Pinto, Memórias de Moçambique, Leiria, Folheto Edições e Design, 2012.
  28. Leonor Figueiredo, Luanda, 1974-1975: O movimento estudantil, Óbidos, Sinapsis, 2012.
  29. Isabel Valadão, A Sombra do Imbondeiro: Estórias e memórias de África, Lisboa, Bertrand, 2012.
  30. Abílio Pires, Rumo a Moçambique, Lisboa, Chiado Editores, 2012.
  31. Júlio Borges Pereira, O Último Retornado, São Pedro do Estoril, Saída de Emergência, 2012.
  32. Afonso Soares Lopes, Portugal na rota da vergonha. A Grande Diáspora, Lisboa, Chiado Editora, 2012
  33. Amélia Meireles, A minha fuga de Angola: do que ficou ao que trouxemos de África, Lisboa, Chiado Editora, 2012.
  34. Alfredo da Apresentação Fernandes, A genuína gesta de um português de raiz, apodado de retornado. Moçambique, 1960 a 1977, Braga, [S.N.], 2013.
  35. Da Cruz Simion, Quando Amanhecer Amanhã em Luanda, eBook, Edição do Autor, 2013.
  36. Eduardo Pitta, Um Rapaz a Arder. Memórias 1975-2001, Lisboa, Quetzal, 2013.
  37. Eugénio Lisboa, Acta Est Fabula. Memórias – III – Lourenço Marques Revisited (1955-1976), Guimarães, Opera Omnia, 2013.
  38. Helena Osório, Voando nas asas de um pombo verde. Em viagem por Angola, Lisboa, AnimEdições, 2013.
  39. Francisco Duarte Azevedo, Vila Algarve, Lisboa, Planeta, 2014.
  40. António Coimbra, Braga. O outro lado do horizonte ou a difícil integração dos refugiados do ultramar em Portugal), Lisboa, Chiado Editora, 2014.
  41. Arthur Ligne, Filho da Pneumónica – Narrativas da vida real, Lagoa, Edição do Autor, 2014
  42. Eugénio Lisboa, Acta Est Fabula. Memórias – IV – Peregrinação. Joanesburgo. Paris. Estocolmo. Londres (1976-1995), Guimarães, Opera Omnia, 2014.
  43. Daniel Cardoso Teixeira Pinto, Memória do Namibe, Lamego, Edição do Autor, 2014.
  44. Rui Cabral, As Ruas Infinitas, Lisboa, Edição do Autor, 2014.
  45. Isabel Valadão, Angola. As Ricas Donas, Lisboa, Bertrand, 2014.
  46. Mário Picardo e Sousa, As Minhas Décadas. Memória de uma Vida, eBook, Edição do Autor, 2014 (2.ª edição: Chiado Editores, 2018).
  47. Rogério Amorim, O Adeus a Angola. Diário da Fuga pela Costa dos Esqueletos, Vila do Conde, Verso da História, 2015.
  48. Elisa Pereira de Oliveira Pinto, O Retorno, Leiria, Folheto Edições e Design, 2015.
  49. Guilherme Valadão, Era uma vez em Angola, Lisboa, Bertrand, 2015.
  50. Armado Moreno, A Diáspora Moçambicana, Carcavelos, Brilho Sol, 2015.
  51. Manuela Amoedo, 1975 na primeira pessoa. Lobito. Uma cidade com estórias para contar, Nova Vega, 2016.
  52. Emília Isabel Soares, Memórias de uma vivência em África (Angola) e na Europa (Portugal): Ou mato ou morro, [S.L.], Euedito, 2016.
  53. José Maria Pinto de Almeida, 50 anos de rádio em Angola: ‘Só Malandros’, Casal de Cambra, Caleidoscópio, 2016.
  54. Isabela Figueiredo, A Gorda, Alfragide, Editorial Caminho, 2016.
  55. Luís Martins Soares, Um Ukulu, Luanda de Antigamente, eBook, Edição do Autor, 2017.
  56. João Mendes de Almeida, Lourenço Marques. A mais bonita cidade africana do seu tempo, Madeira, [S.N.], 2017.
  57. Filomena Amador, Memórias de África. As receitas da minha mãe, Colares Editora, 2017.